terça-feira, 13 de junho de 2017

Verdade dos Fatos

EXCLUSIVO | VÍDEO DESMENTE VERSÃO DE TENTATIVA DE ESTUPRO OCORRIDO EM MAIO DESTE ANO EM SÃO CRISTÓVÃO

.
GIRO DE NOTÍCIA - 13.06.2017

.
No dia 29 de maio deste ano, o jovem Jonas Oliveira dos Santos, de 21 anos, foi preso sob graves acusações de tentativa de estupro. O suposto fato “havia ocorrido” na Rua Leão Magno no centro do município de São Cristóvão. À época, Jonas foi conduzido por policiais militares à 12ª Delegacia Metropolitana e logo em seguida conduzido à Delegacia Plantonista Sul, que funciona em anexo ao prédio da 4º Delegacia Metropolitana localizada no Augusto Franco em Aracaju, e em seguida foi ouvido em Audiência de Custódia por supostamente ter tentado estuprar Kezia Santos Fontes Silva, de 21 anos. Por não conseguir provar de imediato sua inocência, Jonas teve sua prisão decretada e foi encaminhado ao sistema prisional da Cadeia Territorial de Nossa Senhora do Socorro ( Cadeião), de onde saiu dias depois em que a justiça teve acesso as vídeo.

.
Entenda o caso

Naquele domingo 29 de maio, a “suposta vitima” relatou à RW NEWS, que estava em sua casa (antes do ocorrido), e por volta das 19h disse para o marido que iria à mercearia comprar algumas coisas para casa. A filhinha estava dormindo e ela pediu para o marido ficar com a criança que ela iria à mercearia que ficava pertinho da residência do casal. Ao chegar no estabelecimento estava fechado, Kezia então retornou. Foi quando, já próximo de sua residência, foi seguida pelo jovem instantes após ter saído da mercearia.

.
Kezia contou que, o “suposto agressor” chegou a mudar de um lado para o outro da calçada, foi quando a vítima, assustada e pensando em se tratar de assalto, disse: “- moço não me roube não! Eu sei que você conhece meu esposo. Você sabe que eu moro aqui do lado; por favor, não me roube não!”.

.
Ainda segundo relatos de Kezia, Jonas havia respondido dizendo: “- quem disse que eu vou lhe roubar? Eu vou lhe estuprar agora!”. Ainda segundo a vítima, Jonas à jogou contra a parede e puxou o vestido da vítima. Quando o agressor ía baixando a roupa dele, a vítima gritou pedindo socorro ao seu esposo, que de imediato saiu em defesa da esposa.

.
O esposo da vitima começou a bater no agressor ao passo que o indagava se era louco. Ao ser agredido, o agressor conseguiu correr adentrando em sua residência que fica próximo a da vítima. O esposo da vítima seguiu o agressor e continuou a bater no agressor, foi quando o irmão (do esposo) chegou e impediu que o agressor continuasse apanhando.

.
A RW NEWS entrou em contato com a polícia que informou desse “suposto estupro”. No dia seguinte familiares do jovem Jonas entrou em contato com a RW NEWS e informou que um vídeo (de um sistema de monitoramento) mostrava que a versão da suposta vítima não condizia com a versão gravada dos fatos.

.
A RW NEWS solicitou o vídeo e só pode ter acesso no início da manhã desta terça-feira (13). O vídeo realmente mostra claramente qua a versão da “suposta vítima” foge da realidade dos fatos descritos por ela. Nas imagens Jonas até muda o percurso, chegando a se aproximar da “suposta vítima”porém, a única ação visível foi um curto diálogo ou não. Não há agressões físicas e nem a tentativa de estupro como narrado pela “suposta vítima” Kezia Santo Fontes Silva. Jonas chega a ficar aproximadamente 03 segundos e continua indo para sua residência. Logo em seguida Kezia chega em sua residência e seu marido corre para agredir Jonas. Fato esse que acontece quando Jonas já está no portão de sua residência. O irmão do esposo da “suposta vítima” corre e chega a impedir a continuidade das agressões.

.
Ao nos enviar o vídeo que prova a inocência de Jonas Oliveira dos Santos, a família também nos enviou um e-mail de repúdio e esclarecimento dos fatos.

.
E-mail de repúdio e esclarecimento:

Diante dos fatos publicados na imprensa e redes sociais nos dias 28 e 29/05/2017, referente a um crime de tentativa de estupro praticado por Jonas Oliveira dos Santos em desfavor de Kesia Santos Fontes Silva, na cidade de São Cristovão/SE, é necessário expor a verdade real do fatos, haja vista que foi imputado a Jonas, fato grave, tendo a suposta vítima narrado detalhes que sequer aconteceram, conforme observa-se nas imagens obtidas.

.
A versão da suposta vítima foi fantasiosa e inconseqüente, que culminou na prisão de um inocente. O momento da suposta tentativa de estupro foi filmado e tais imagens demonstram que o relato da suposta vítima é inverídico e criminoso, inclusive configurando crime de DENUNCIAÇÃO CALUNIOSA, previsto no art. 339 do Código Penal.

.
Segundo o depoimento da suposta vítima, JONAS falou que iria estuprá-la, começando a se despir, vindo a jogar a declarante contra a parede, atingindo a braço dela na parede causando um hematoma, além de rasgar seu vestido na parte de baixo. Como registraram as câmeras de segurança instalada numa instituição de ensino localizada na rua do incidente, Jonas simplesmente aproximou-se da suposta vítima, por cerca de 03 segundos, sem esboçar qualquer reação intimidatória, tampouco despindo-se ou empurrando-a contra a parede ou rasgando sua roupa.

.
Ainda segundo as declarações da suposta vítima, esta gritou por socorro, quando o seu marido teria aparecido e saído em sua defesa, fazendo com Jonas corresse para a residência de sua mãe e irmã. No entanto, está claro nas imagens que Jonas se aproxima da suposta vítima e em menos de 03 segundos se afasta andando calmamente em direção a sua residência, enquanto a suposta vítima sai tranquilamente para sua casa e chama seu marido, só depois, quando Jonas já está em frente ao portão de sua casa, tentando entrar, é surpreendido pelo marido da suposta vítima que passa a agredi-lo com socos e pontapés.

.
A RW NEWS tentou contato na manhã de hoje com Kezia Santo Fontes Silva, para que a mesma pudesse falar sobre as imagens do vídeo, mais até o fechamento desta matéria não obtivemos êxito.

.
Rw News - O seu canal de notícia

Nenhum comentário: